Afasta logo esse amor de migalhas

31/01/2018

A gente leva tempo pra aprender e quebra bastante a cara até entender que amor, se for de migalhas, é melhor nem ter. Sabe quando você vai no supermercado com fome e acaba gastando mais do que deveria? Com os relacionamentos é mais ou menos assim, e você vai entender porquê.

Às vezes nos esquecemos que somos os grandes responsáveis pela nossa felicidade e começamos a jogar essa responsabilidade pra outro acontecimento ou alguém. “Quando meu salário aumentar, serei feliz.” “Quando eu me apaixonar de novo, tudo será melhor.” “Um dia ele(a) vai mudar e tudo irá se resolver.”

Somos nós os verdadeiros responsáveis por nossa felicidade. Acreditar que só um amor fará isso acontecer, vai te deixar triste e criando expectativas a cada nova possibilidade de relacionamento. A cada expectativa não atendida, uma decepção e cada vez mais angústia e ansiedade para encontrar essa tal felicidade no amor. E então, finalmente, aparece alguém interessante e interessado(a). E com a fome e ansiedade você resolve “ver no que dá”, mas apesar de não estar sendo lá essas coisas, vai vivendo esse amor meia boca, meio por conveniência, meio sem graça, meio bosta.

Mas se os dois estão bem com isso o que tem de errado? Muita coisa. Um amor de migalhas te prende e priva de viver de verdade. Não aceite receber migalhas. Não dê migalhas. Você merece vivenciar o amor em sua plenitude, com reciprocidade.

Gostou? Envie para aquele amigo(a) que merece esse conselho. 😉

34 3219 5000